Topo
Ageless

Ageless

Categorias

Histórico

Jade rollers viraram mania: os rolinhos faciais funcionam mesmo? Eu testei

Silvia Ruiz

17/05/2019 04h00

Crédito: iStock

Há alguns dias mostrei no meu perfil no Instagram minha rotina de pele matinal (me siga lá também: @silviaruizmanga) –que aliás é bem simples e sem aquelas dezenas de camadas de produtos que prometem milagres como vemos por aí nas redes sociais.

Mas uma coisa que chamou atenção e gerou muitas perguntas foi uma ferramenta de massagem facial, o jade roller (ou rolinho de jade). Os tais rolinhos viraram febre lá fora com o endosso de famosas como Meghan Markle, Kim Kardashian e Gwyneth Paltrow e o Pinterest e Instagram estão cheios de posts sobre eles. Agora começam a ficar populares aqui também. E a pergunta que mais me fizeram foi: eles funcionam? Qual o resultado? Vamos lá.

O que são jade rollers?

O jade roller lembra rolo de pintor que tem dois cilindros de pedra com tamanhos diferentes nas extremidades (pode ser jade ou outras pedras, como quartzo rosa e ametista). É uma ferramenta de beleza usada há séculos na China que acabou chegando ao ocidente com a onda de beleza oriental e de cuidados naturais que vem invadindo a Europa e os EUA.

Jade roller –assim como outra técnica chamada Gua Cha, que usa um apetrecho que parece uma espátula, usada para raspar o rosto — é usado em uma espécie de massagem facial com a intenção de melhorar a circulação, drenar de toxinas e excesso de líquido. E, dizem as fãs, tornar a pele mais firme, luminosa e com menos linhas finas. Hum… essa parte você pode duvidar.

"Esses rollers funcionam para fazer uma drenagem facial, e podem ajudar principalmente para aquelas pessoas que acordam com as pálpebras muito inchadas", diz o dermatologista Gustavo Limongi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Ele também confirma que a massagem feita com o rolinho pode ajudar na absorção de cremes aplicados antes do processo, já que aumenta a circulação na pele. Mas se ligue: outras promessas, como estimular a produção de colágeno, atenuar rugas e deixar a pele iluminada simplesmente não vão rolar. "Se a expectativa for essa, é perda de tempo", reforça o especialista.

Minha experiência

Sou daquelas que acorda com o rosto e, principalmente, com os olhos, inchados parecendo uma almofada. E há alguns anos vinha testando massagens para ajudar a fazer uma drenagem pela manhã, até que descobri o rolinho numa viagem aos Estados Unidos e resolvi testar. Segui os tutoriais que encontrei no YouTube.

Gosto muito da sensação da massagem, acho relaxante, além de visivelmente ficar com os olhos desinchados muito mais rapidamente do que aconteceria naturalmente ao longo da manhã. Aplico sempre algum produto da minha rotina de pele e uso a massagem também para facilitar a absorção do produto.

Logo após o processo a pele de fato fica levemente vermelhinha e dá uma leve sensação de formigamento, além de deixar os olhos realmente mais abertos e "vivos" depois de uma noite de sono. Às vezes repito o processo à noite também após aplicar o creme noturno para auxiliar na absorção e relaxar.

Minha rotina diária com o jade roller:

– Colocar o rolinho no freezer por alguns minutos antes de usar, assim o efeito geladinho ajuda a reduzir o inchaço.

– Aplicar um sérum ou óleo de sua preferência (como semente de uva, rosa mosqueta, amêndoa etc) na pele antes para o jade roller deslizar melhor. Eu uso sempre depois de aplicar vitamina C líquida própria para a pele ou óleo de rosa mosqueta 100% puro no rosto todo e creme para a área dos olhos.

– Arraste sempre o rolinho pelo rosto do centro para fora e sempre para cima. Faça cerca de seis movimentos em cada parte da face. Cerca de cinco minutos até dez são suficientes.

– O lado menor do rolinho é para ser usado nas pálpebras superiores e inferiores. Passe o rolinho umas seis vezes na horizontal, sempre para fora do rosto.

– Algumas correntes da medicina tradicional chinesa acreditam no poder energético das pedras, e por isso há rolinhos de diferentes materiais, como jade, quartzo rosa ou ametista. Se você é das que acreditam nisso, pode buscar a pedra que mais gostar. Eu, honestamente, não acho que vá fazer diferença…

– Por fim, limpo a pedra com lenço umedecido ou um algodão com álcool gel antisséptico e guardo num saquinho limpo, sem deixar jogado na gaveta ou em cima da pia para não acabar com um rolinho cheio de bactérias.

Resumo da ópera

Jade rollers fazem uma massagem bem gostosa e uma drenagem que ajuda a desinchar o rosto, principalmente ao acordar. Eu gosto da sensação, acho que é um momento prazeroso de me dedicar aos cuidados com a pele. Mas não espere que sua pele vá ficar com a qualidade melhor, ou reduzir rugas, isso não vai acontecer.

No exterior eles são encontrados facilmente em sites como Amazon e custam US$ 20, em média. No Brasil, há várias ofertas no Mercado Livre com preços entre R$ 50 e R$ 150 e a marca de cosméticos naturais ItBalm também tem uma versão por R$ 115.

Sobre Autora

Silvia Ruiz é jornalista e trabalha com comunicação digital e PR. Durante mais de 15 anos atuou na cobertura de saúde, bem-estar e estilo de vida. É apaixonada por alimentação natural, meditação e práticas holísticas. Mãe do Tom, do Gabriel e da Myra, tem bem mais de 40 anos e está tentando aprender a viver bem na própria pele em qualquer idade.

Sobre o blog

O que é envelhecer hoje? Este é um espaço com informações para a geração que tem mais de 40 e não abre mão de viver uma vida plena e, principalmente, saudável, independentemente da idade. Aqui não falamos em “anti-aging”, e, sim, em “healthy aging”. Dicas de alimentação, beleza, atividade física, carreira e estilo de vida para quem busca ser “ageless”.