Topo
Ageless

Ageless

Categorias

Histórico

Cuidados que quem tem mais de 40 precisa começar a ter já

Silvia Ruiz

04/01/2019 04h00

Créditos: iStock

E então estamos já no final da primeira semana de 2019! O tsunami de final de ano já nos derrubou e já estamos de pé novamente, certo? Eu nunca acreditei muito em resoluções de Ano Novo. De alguma maneira acho que a gente falha com a maioria delas porque são normalmente inatingíveis ou insustentáveis, fora da nossa realidade. Tipo: ficar com a barriga da Isis Valverde uma semana após o parto ou correr 15 km por dia como a Adriane Galisteu aos 45 anos… Se você é um desses casos que a ciência deveria estudar, comemore, não precisa nem ler esta coluna, foi abençoada por deus com genética boa ou uma determinação de dar inveja.

Estou aqui falando para gente normal, que vive na corda bamba da vida, de um lado querendo acabar com aqueles quilos que vieram no verão de 94 e nunca mais se foram, de outro tocando o terror no boteco com os amigos no final de semana sem dó…

O fato é que a gente que já passou dos 40 precisa escolher algumas coisas para investir se quiser viver bem daqui para a frente. A conta chega, meus amores.

Então bora aproveitar esse momento de empolgação e das promessas natalinas para mudar pelo menos algumas coisinhas que vão fazer uma enorme diferença. Digo isso sempre no meu perfil no Instagram (me siga lá: @silviaruizmanga): eu não nasci com o gene da motivação para malhar ou para comer pouco. Eu só levanto e vou. Escolho o que como com cuidado para não precisar penar na dieta restritiva depois…

Conversei com o nutricionista Marcelo Guedes Brandão, clínico funcional especialista em terapia nutrigenômica sobre algumas estratégias básicas que a gente deve adotar para você se inspirar:

Beba água

Eu sou do tipo que quase não sente sede, posso passar horas sem beber nada. Por isso água virou obrigação mesmo. Empurro e pronto. Compre uma garrafinha lindinha ou use uma garrafa de vidro de qualquer bebida que você tenha mandado no final de ano (eu roubei uma de whisky velha do meu marido) e leve para o trabalho. Beba água ao acordar, ao longo do dia todo. Não adianta beber um litro de água de uma vez, precisa distribuir pelo dia, por isso o ideia é você ter essa garrafa sempre por perto. Você pode também baixar algum aplicativo que te avisa quando é hora de beber um copo de água como o Beber Água ou o Aqualert, que são gratuitos. A quantidade varia muito de pessoa para pessoa, mas tenha em mente que pelo menos um litro e meio por dia. A cor do xixi estando clarinha é sinal de que você está hidratado. É uma boa referência.

Faça um mapeamento hormonal

Caso esse tipo de exame não tenha entrado na sua rotina de check-up ainda (o quê? você não faz check-up anualmente? Pois então agende já sua consulta com um médico de confiança), é hora de começar. Segundo Guedes, após os 40 muitas vezes já começam a aparecer algumas disfunções hormonais que podem afetar disfunções metabólicas e até comportamentais. Irregularidades na tireoide, por exemplo, podem causar desde apatia até mesmo sintomas de depressão. Foi exatamente aos 40 anos que descobri num exame de rotina que estava com hipotireoidismo e me trato desde então. Hoje o problema está controlado, mas tive queda de cabelo, falta de ânimo, não imaginava que seria hormonal na época.

Cuide do intestino

Não se fala em outra coisa atualmente nos congressos dos profissionais de saúde: o nosso intestino e os seres vivos que o habitam são responsáveis por quase tudo que se passa em nossa saúde. Há trilhões de bactérias, vírus e fungos que coletivamente são conhecidos como microbioma. Hoje os cientistas já sabem que essa flora é vital para nossos sistema imunológico, coração, nosso peso e até nosso humor. Não é para menos que o intestino é chamado hoje de segundo cérebro. É importante investigar qualquer indício de desequilíbrio dessa flora, que deve ser tratado. Em geral, isso é feito com a alimentação, com o uso de alimentos prebióticos (chicória, aveia, cebola, alho, aspargos, banana, cevada são alguns exemplos) e até com suplementação de boas bactérias quando necessário (os chamados probióticos). Mostro sempre os que eu tomo no meu Instagram, fez uma diferença enorme na minha saúde cuidar dessa parte e hoje tomo probióticos diariamente.

Comece a cuidar dos seus músculos

A gente começa a perder músculos antes mesmo dos 40 anos. Não adianta, pode espernear, chorar, mas se não se mexer vai acabar velhinho que mal consegue se mexer aos 70 anos! Eu sempre digo que para mim fazer atividade física é igual a tomar banho e escovar os dentes. É chato, mas tem que fazer e acabou, senão o bicho pega. Portanto, vá já para a academia (já falei sobre exercícios para quem tem mais de 40 anos em um post). Guedes alerta que também precisamos garantir a ingestão de proteínas suficientes para o corpo "construir" e manter essa musculatura. Ovos, carnes magras ou proteínas vegetais para quem for vegetariano na quantidade certa são vitais. O ideal é consultar um nutricionista para saber a quantidade certa para você. Guedes recomenda que se faça uma avaliação da composição corporal, para que saber quanto você tem de músculo, gordura e água no corpo e repetir depois de alguns meses para acompanhar o resultado.

Invista em alimentos antioxidantes

Sabe aquela pessoa que tem 40 anos com cara de 50? Ou o inverso? Os hormônios tem grande influencia nisso, mas a ingestão de antioxidantes fazem uma diferença enorme no nosso corpo e, por consequência, na nossa aparência. Os antioxidantes agem no organismo combatendo os radicais livres gerados no processo de respiração celular natural do nosso organismo. Estes radicais livres podem atacar as membranas das células e assim prejudicar o seu funcionamento. Guedes recomenda que a gente inclua essas fontes de antioxidantes ao longo do dia, não numa única refeição. Podem ser na forma de sopas e sucos inclusive. Alguns exemplos: frutas vermelhas, noz pecan (não exagere na quantidade porque é calórico), couve, feijão, beterraba, espinafre, chá verde, goji berries, repolho.

Basicamente, mexa-se, pegue pesado na musculação, coma uma dieta baseada em alimentos naturais, vegetais, não industrializados, beba água e chás, cuide dos seus hormônios e do seu intestino. Garanto que você vai chegar no final do ano uma nova pessoa.

Sobre Autora

Silvia Ruiz é jornalista e trabalha com comunicação digital e PR. Durante mais de 15 anos atuou na cobertura de saúde, bem-estar e estilo de vida. É apaixonada por alimentação natural, meditação e práticas holísticas. Mãe do Tom, do Gabriel e da Myra, tem bem mais de 40 anos e está tentando aprender a viver bem na própria pele em qualquer idade.

Sobre o blog

O que é envelhecer hoje? Este é um espaço com informações para a geração que tem mais de 40 e não abre mão de viver uma vida plena e, principalmente, saudável, independentemente da idade. Aqui não falamos em “anti-aging”, e, sim, em “healthy aging”. Dicas de alimentação, beleza, atividade física, carreira e estilo de vida para quem busca ser “ageless”.