PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Coronavírus: 7 maneiras de aumentar a imunidade para enfrentá-lo

Silvia Ruiz

20/03/2020 04h00

iStock

À essa altura do campeonato eu imagino que você já esteja tomando todas as medidas necessárias para evitar a transmissão do coronavírus. Mas também sabemos que estamos diante de um vírus altamente contagioso e que muitos de nós acabaremos contaminados. Nesse caso, o que a gente pode fazer é estar com a saúde e o sistema imunológico o mais em dia possível para enfrentar o problema. Ainda mais quem já passou de uma certa idade e deve ter cuidado redobrado.

Conversei com a médica Daniela Kanno, pós-graduada em nutrologia e especialista em Medicina da Família e Medicina do Estilo de Vida sobre como podemos interferir na nossa imunidade neste momento (nós vamos inclusive fazer uma live no Instagram nesta sexta, às 17h30, siga meu perfil para acompanhar @silviaruizmanga ). "Na verdade, nosso sistema imunológico não 'melhora'. O que acontece é que muitas vezes nosso estilo de vida faz com que ele piore", diz ela. "Temos que preservar essa imunidade. A alimentação, o estilo de vida e suplementos vão auxiliar nessa preservação."

Segundo ela, nosso sistema de defesa é mais determinado por fatores não hereditários, depende mais da exposição que a gente tem durante toda a vida, do que de nossa genética. Estresse, dieta, atividade física, sono, tudo isso interfere na nossa capacidade de lutar contra vírus e bactérias que nos contaminam. "Hoje a gente chama nosso sistema de defesa de neuro-psico-imuno-endocrino. Tudo está relacionado, nossa mente, a psiquê e os hormônios", diz a médica. Nesse caso, ela nos sugere coisas que só dependem de nós mesmos para colocar em prática. Aliás, não somente num momento de crise como o atual, mas para a vida toda, pois muitos outros vírus virão e outras doenças. Sempre é hora de ter o sistema funcionando a todo vapor.

  • Sono: Estudos mostram que o sono afeta demais nossa imunidade. Dormir de 7 a 8 horas por dia é vital. "Um estudo inclusive realizado com pessoas que foram expostas ao vírus da gripe mostrou que, quem dormiu menos de 6 horas por noite tinha 4,2 vezes mais chances de desenvolver resfriado do que os que dormiram mais. E quanto menos a gente dorme, maior o risco." Manter a rotina do horário nesse período de quarentena é muito importante. A recomendação é dormir de preferência antes das 22h porque a qualidade do sono é muito maior no efeito sobre nossos hormônios e nosso ritmo circadiano.
  • Controle do estresse: Esse é um dos maiores inimigos no nosso sistema imunológico. Por isso precisamos combatê-lo. Daniela recomenda a prática de meditação, técnicas de respiração e psicoterapia. "Estudos mostram que a parte emocional, por exemplo pessoas muito raivosas, que guardam muita mágoa e depressivos têm o sistema de defesa mais debilitado". Eu já ensinei aqui uma prática simples de fazer, a técnica da respiração quadrada, que pode ajudar muito a reduzir a ansiedade e o estresse que estamos vivendo neste momento.
  • Evite o consumo de álcool: Depois dos 45/50 anos, o consumo de álcool nos deixa mais suscetível a ter doenças respiratórias, inclusive pneumonia, segundo a médica. A recomendação é suspender o consumo ou limitar a no máximo uma dose por dia. O álcool também afeta nossa microbiota intestinal, nossa maior arma de defesa para o sistema imunológico. Portanto, nada de ficar enchendo a cara por falta do que fazer em casa na quarentena.
  • Foco na alimentação: Alguns alimentos possuem especialmente nutrientes que ajudam as nossas células de defesa. Cogumelos, por exemplo, são ricos em selênio, açaí e frutas escuras roxas, como mirtilos e gojiberry, possuem bastante antioxidantes que vão auxiliar no combate ao vírus caso você seja contaminado. Melancia, que contém glutationa, também é uma boa pedida, assim como germe de trigo, que possui bastante zinco e vitamina B. Aumente o consumo de verduras verde escuras (espinafre, rúcula e agrião), as crucíferas (brócolis, repolho, nabo) que são ricos em vitaminas e antioxidantes. Alho e cebola são potentes para ajudar a combater vírus e bactérias, abuse deles para temperar seus pratos. Cuidado com o preparo: cozinhe rápido, para não perder os nutrientes. Frutas ricas em vitamina C são bem importantes: acerola, cítricos e papaia. Probióticos, que são bactérias do bem, como iogurte, missô (pasta de soja fermentada japonesa), kefir e kombucha, alimentos fermentados em geral ajudam o intestino a ter uma flora saudável, que é um dos principais fatores que contribuem com o nosso sistema imune. Como regra geral, consuma cinco porções variadas por dia de verduras e frutas para manter a quantidade de fibras e micronutrientes.
  • Faça atividade física: De intensidade leve a moderada para auxiliar na circulação e para ajudar as células de defesa a circularem melhor pelo corpo. Exercícios muito extenuantes acabam debilitando o sistema de defesa e por isso melhor deixar de lado neste momento.
  • Beba muita água: A gente tem que estar sempre hidratado para o nosso sistema imunológico funcionar bem e muita gente esquece de beber água. A recomendação é encher uma garrafa de dois litros e ir bebendo ao logo do dia.
  • Sol e suplementação: Vitamina D ajuda muito para doenças infecciosas respiratórias agudas. Ela tem um efeito protetor no sistema respiratório. Temos que tomar sol e, se os níveis não estiverem em dia, é importante suplementar. Fale com seu médico para saber a dose ideal para você.

Sobre Autora

Silvia Ruiz é jornalista e trabalha com comunicação digital e PR. Durante mais de 15 anos atuou na cobertura de saúde, bem-estar e estilo de vida. É apaixonada por alimentação natural, meditação e práticas holísticas. Mãe do Tom, do Gabriel e da Myra, tem bem mais de 40 anos e está tentando aprender a viver bem na própria pele em qualquer idade.

Sobre o blog

O que é envelhecer hoje? Este é um espaço com informações para a geração que tem mais de 40 e não abre mão de viver uma vida plena e, principalmente, saudável, independentemente da idade. Aqui não falamos em “anti-aging”, e, sim, em “healthy aging”. Dicas de alimentação, beleza, atividade física, carreira e estilo de vida para quem busca ser “ageless”.

Blog Ageless